logo

slogan

ufscar

Cadastre-se e receba as novidades sobre a Agência Inovação da UFSCar por e-mail
parceiros_top

failogopequeno

 

fortec

 

inpi

 

parceiros_bottom

Redes Sociais

face twitter youtube

Para Ministro de Ciência e Tecnologia, bolsas do CNPq precisam ser melhoradas

Qua, 20 de Fevereiro de 2019 10:15

Ministro participou da Campus Party na sexta-feira e também cobrou protagonismo das startups

 

O ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), o ex-astronauta Marcos Pontes, destacou na sexta-feira (15), durante palestra na Campus Party, a participação das startups brasileiras para o que chama de uma das missões da pasta: gerar conhecimento, riqueza e proporcionar maior qualidade de vida para a população. “Hoje você precisa transformar o conhecimento em coisas práticas, produtos, serviços e para isso a gente vai precisar do empreendedorismo”, destacou Pontes sinalizando para o Sebrae. Vinicius Lages, diretor-técnico e João Henrique, presidente do Sebrae Nacional, dividiam com o ministro o palco principal do evento, o Feel the Future.

 

Pontes também endereçou em sua fala o protagonismo de emergentes tecnologias como big data, internet das coisas, indústria 4.0, como um dos desafios que a pasta irá cobrir, da mesma forma informou que o MCTIC atua para o desenvolvimento de cidades inteligentes. Entretanto, não compartilhou nenhum plano concreto do governo para tais áreas.

 

Um dos pontos que Pontes destacou para a plateia de jovens campuseiros foi a importância de criar um “governo digital”, de “desburocratizar” o governo, convidando as pessoas a pensarem em soluções para tornar o governo mais eficiente. “O quanto vocês podem participar disso, enviando sugestões, criando startups”, indicou. “Eu falo tanto em startups, porque eu quero deixar isso na cabeça de vocês”, instigou.

 

Segundo Pontes, dentro da nova Secretaria de Pesquisa que integra a pasta foi criada uma área de formação em ciência e tecnologia, robótica e computação. Esta teria como objetivo levar essa formação para crianças do ensino fundamental e médio em escolas públicas.

 

Pontes ainda disse que a infraestrutura dos laboratórios de pesquisa precisa ser melhorada, assim como as bolsas de pesquisa do CNPq, importante agência de fomento à pesquisa. Mas, novamente, não compartilhou nenhum plano do governo sobre como endereçará as bolsas de pesquisa de cientistas no Brasil. De acordo com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, o orçamento do órgão sofrerá uma redução de 33% neste ano. O valor dedicado à agência só daria conta de pagar pelas bolsas até setembro de 2019, segundo reportagem da Folha de S.Paulo.

 

Fonte: Jornal da Ciência, 19/02/2019, com informações IT Mídia

 
free poker
logo_rodape
Agência de Inovação da UFSCar - Rodovia Washington Luís, km 235 - Caixa Postal 147 CEP: 13565-905
São Carlos, SP - Brasil - Tel: (16) 3351.9040 - inovacao@ufscar.brmaps
mapa