logo

slogan

ufscar

Cadastre-se e receba as novidades sobre a Agência Inovação da UFSCar por e-mail
parceiros_top

failogopequeno

 

fortec

 

inpi

 

parceiros_bottom

Redes Sociais

face twitter youtube

MCTI lança edital de R$ 14 milhões para projetos de TI

Sex, 20 de Setembro de 2013 17:11

Com o objetivo de apoiar projetos de pesquisa que visem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico do País, o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) lançou ontem (19) edital, no valor de R$ 14 milhões, para projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação (P,D&I) no âmbito do Programa Estratégico de Software e Serviços de Tecnologia da Informação (TI Maior), projeto do governo federal para estímulo dessa área. Os recursos serão concedidos a projetos de pesquisa que resultem em serviços ou produtos a serem lançados no mercado. O programa tem como objetivo formar mão de obra qualificada para o setor de tecnologia de informação, afirmou o ministro do MCTI, Marco Antônio Raupp.

 

O edital, que ficará aberto por 45 dias, tem como resultados esperados empregar pesquisadores brasileiros em centros globais de P,D&I, de grandes empresas transnacionais, no Brasil e no mundo, estimular o desenvolvimento de startups, gerar registros de patentes e ocupações no mercado nacional, criar e promover spinoffs e aquisições corporativas. Espera-se esforço de investimento conjunto com o setor privado na ordem de R$ 28 milhões.

 

Segundo o secretário de Política de Informática do MCTI, Virgílio Almeida, o programa servirá para colocar pesquisadores brasileiros dentro de centros globais de pesquisa. "O objetivo é apoiar a pesquisa científica, tecnológica e de inovação e atrair investimentos para atividades intensivas em conhecimento tecnológico", ressaltou. Ele disse ainda que os projetos devem possuir caráter aplicado e resultar no desenvolvimento e na comercialização de produtos, processos e serviços inovadores.

 

O alvo são projetos de pós-graduação, mestrado e doutorado, em parceria com universidades e empresas. "Hoje, o Brasil investe 1,21% do PIB em pesquisa e desenvolvimento e nosso objetivo é elevar isso", disse Almeida. "A parceria com o setor privado, por meio de estímulos, é um dos caminhos. Queremos que pesquisadores brasileiros atuem no ambiente global. É importante que projetos se liguem a outros centros de P&D."

 

O governo também irá oferecer consultoria institucional de apoio à estruturação de propostas de empresas brasileiras e internacionais, contando com a avaliação de rede local de pesquisadores, nas diversas sub-áreas de conhecimento de TI. O ministro Raupp falou do aumento da importância do setor privado nas políticas públicas do ministério. "Serão R$ 21 bilhões em recursos em andamento ao setor privado entre 2013 e 2014, em plena execução", informou. A meta é elevar essa cifra para R$ 34 bilhões.

 


Centros globais

 

Durante o evento, foi anunciado a instalação no Brasil do quarto Centro Global de P, D&I no âmbito do Programa Estratégico de Software e Serviços de TI (TI Maior), em parceria do MCTI com a empresa alemã de software SAP, para duplicação de suas instalações do SAP Labs da área em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul. Até dezembro, serão aplicados R$ 60 milhões, de modo a elevar de 500 para 600 o número de funcionários do centro no próximo ano.

 

Durante o anúncio, Fernando Lewis, vice-presidente de operações da SAP para América Latina, destacou o investimento de mais R$ 100 milhões que a empresa desembolsou para a criação do seu laboratório de inovação. Apenas para a expansão das instalações do SAP Labs, obra prevista para ser finalizada no começo de dezembro, estão sendo investidos mais de R$ 60 milhões.

 

De acordo com o ministro Raupp, este é o quarto e último centro de pesquisa planejado pelo governo, que pretende investir cerca de 15 milhões de reais em iniciativas para atrair pesquisa e desenvolvimento entre 2012 e 2015. "Alcançamos a meta um ano antes do planejado", comemorou. "Mas não vamos parar por aqui, vamos continuar trabalhando."

 

Segundo o ministro, a inovação e a tecnologia são fatores fundamentais para o desenvolvimento socioeconômico do Brasil. "O incentivo ao setor de software e serviços de TI do Governo pretende posicionar o país como protagonista mundial do setor", disse. "Esta parceria potencializará ainda mais o Brasil a ser mais competitivo no segmento."

 

Raupp lembrou que a instalação dos centros de P&D no Brasil significará um investimento de mais de R$ 700 milhões, valor superior ao aporte total do governo no programa TI Maior, que é de R$ 500 milhões. Os outros centros de P,D&I dentro do TI Maior pertencem a Microsoft, Intel e EMC, com investimentos de R$ 200 milhões, R$ 300 milhões e R$ 150 milhões, respectivamente.

 

Fonte: Jornal da Ciência, 20/09/2013

 
free poker
logo_rodape
Agência de Inovação da UFSCar - Rodovia Washington Luís, km 235 - Caixa Postal 147 CEP: 13565-905
São Carlos, SP - Brasil - Tel: (16) 3351.9040 - inovacao@ufscar.brmaps
mapa