logo

slogan

ufscar

Cadastre-se e receba as novidades sobre a Agência Inovação da UFSCar por e-mail
parceiros_top

failogopequeno

 

fortec

 

inpi

 

parceiros_bottom

Redes Sociais

face twitter youtube

Evento do Dia da PI mostra exemplos bem-sucedidos de uso de patentes verdes

Seg, 04 de Maio de 2020 09:12

Como parte das atividades do Dia Mundial da Propriedade Intelectual (26 de abril), empresas inovadoras e profissionais da área se reuniram no dia 27 de abril em um evento virtual (webinar) sobre tecnologias verdes. A iniciativa foi promovida pelo INPI, pela Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI) e pela Associação Brasileira da Propriedade Intelectual (ABPI).

 

A mesa de abertura teve a presença do presidente do INPI, Cláudio Vilar Furtado; do diretor da OMPI no Brasil, José Graça Aranha; do presidente da ABPI, Luiz Edgard Montaury Pimenta; e da conselheira Regional de PI para o Mercosul, Guianas e Suriname do Escritório Americano de Patentes e Marcas (USPTO, na sigla em inglês), Maria Beatriz Dellore.

 

Furtado destacou em sua fala que o Brasil precisa investir em pesquisas de tecnologias que solucionem problemas da população mais pobre, como nas áreas de tratamento de resíduos sólidos e de esgoto, além da construção civil. Ele ressaltou ainda a criação do programa INPI Negócios, cujo objetivo é ampliar a proteção de PI pelas empresas.

 

Uso estratégico da PI

 

O Dia Mundial da PI este ano teve como tema "Inovar para um futuro verde". Por isso, foram convidadas duas empresas para contarem suas experiências sobre como a propriedade industrial se tornou um diferencial para seus negócios na área de sustentabilidade.

 

A Eco Panplas foi ganhadora do 2° Concurso Prosul de Invenções Patenteadas da América Latina em 2019 e detém uma Patente Verde para um sistema de reciclagem de embalagens plásticas contaminadas. Segundo o diretor executivo da empresa, Felipe Cardoso, a inovação desta tecnologia é reciclar embalagens de óleo lubrificante sem uso de água e sem gerar resíduos, o que ainda resulta em um processo 30% mais barato. O óleo reciclado, em vez de ser descartado, é vendido para a indústria de refino e o plástico, para fabricantes de embalagens.

 

Na visão de Cardoso, a patente atesta o caráter inovador da tecnologia desenvolvida e, sendo uma patente verde, confere a chancela de sustentabilidade. Também gera segurança para o investidor e ajuda a expandir a solução no mercado.

 

A segunda empresa a se apresentar foi a New Steel, que tem também uma Patente Verde para sua tecnologia de tratamento e beneficiamento de minério e rejeitos de ferro com grande economia de água e menos geração de resíduos. O rejeito seco que sobra do processo pode ser aproveitado nas indústrias de construção civil, cimento e vidro.

 

Thiago Coelho Mariano, da área de Gestão e Suporte ao Negócio da New Steel, afirmou que a invenção tem patente em 90% dos países produtores e consumidores de minério de ferro. Segundo ele, a empresa usa o banco de dados de patentes em sua estratégia de PI, visando a embasar o desenvolvimento de produtos e a formulação de pedidos. Hoje contando com um centro tecnológico, a intenção da empresa é patentear as novas tecnologias criadas, disse Mariano.

 

Fonte: Portal INPI

 
free poker
logo_rodape
Agência de Inovação da UFSCar - Rodovia Washington Luís, km 235 - Caixa Postal 147 CEP: 13565-905
São Carlos, SP - Brasil - Tel: (16) 3351.9040 - inovacao@ufscar.brmaps
mapa