logo

slogan

ufscar

Cadastre-se e receba as novidades sobre a Agência Inovação da UFSCar por e-mail
parceiros_top

failogopequeno

 

fortec

 

inpi

 

parceiros_bottom

Redes Sociais

face twitter youtube

Secretarias do MCTIC apresentam iniciativas para desenvolver cidades inteligentes e sustentáveis

Qua, 05 de Fevereiro de 2020 11:37

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e comunicações (MCTIC) realizou, nesta terça-feira (4), o Seminário Cidades Inteligentes e Sustentáveis com o objetivo de apresentar ações sobre o tema que estão sendo desenvolvidas de forma integrada pelo ministério. As iniciativas sobre cidades inteligentes são conduzidas pela Secretaria de Telecomunicações (Setel) e sobre cidades sustentáveis, pela Secretaria de Políticas para Formação e Ações Estratégicas (Sefae).

 

O secretário de Telecomunicações do MCTIC, Vitor Menezes, destacou que o tema cidades inteligentes é uma das prioridades do Plano Nacional de Internet das Coisas (Iot), que resultou na criação da Câmara Brasileira de Cidades 4.O. Segundo ele, a primeira reunião da câmara deve ocorrer neste mês de fevereiro, com a participação de representantes do governo, academia, indústria, setor privado e entidades representativas. “Essa câmara será um fórum de discussão técnica com todos os setores para criar o projeto de cidades inteligentes no Brasil”.

 

Outra ação já em andamento no MCTIC, revelou Vitor Menezes, é o desenvolvimento de um sistema pelo CTI Renato Archer e pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) que vai avaliar o nível de maturidade das cidades inteligentes em todo o Brasil. A ideia é ter um modelo padronizado para o país, baseado em critérios definidos pela União Internacional de Telecomunicações (UIT). “A partir desse levantamento, o ministério vai avaliar e certificar as cidades e elaborar um plano de ação para cidades inteligentes”.

 

Ação articulada

 

Na abertura do evento, o secretário de Políticas para Formação e Ações Estratégicas, Marcelo Morales, destacou a importância do trabalho integrado realizado pelas secretarias do MCTIC em projetos de impacto e também as parcerias com as entidades vinculadas e fundações estaduais de amparo à pesquisa. “Essa ação articulada vai dar os instrumentos para o desenvolvimento sustentável das cidades. O ministério vai disponibilizar ferramentas para os prefeitos decidirem, de acordo com o for melhor para cada cidade”.

 

Marcelo Morales lembrou que os estragos provocados recentemente pelas chuvas que atingiram Belo Horizonte e outras cidades de Minas Gerais são um aviso importante sobre a necessidade urgente de desenvolver as cidades de forma sustentável. “As mudanças climáticas estão ocorrendo e temos de estar preparados”.

 

CITinova

 

Durante o seminário, a Sefae apresentou detalhes do projeto CITinova – Planejamento Integrado e Tecnologias para Cidades Sustentáveis, que conta com projetos-piloto nas cidades de Brasília (DF) e Recife (PE). O programa tem como objetivos principais desenvolver soluções tecnológicas inovadoras e oferecer metodologias e ferramentas de planejamento urbano integrado para apoiar gestores públicos, incentivar a participação social e promover cidades mais justas e sustentáveis. O CITinova é realizado pelo MCTIC, com apoio do Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF, na sigla em inglês), implementação do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), e execução de instituições coexecutoras.

 

Fonte: Portal MCTIC

 
free poker
logo_rodape
Agência de Inovação da UFSCar - Rodovia Washington Luís, km 235 - Caixa Postal 147 CEP: 13565-905
São Carlos, SP - Brasil - Tel: (16) 3351.9040 - inovacao@ufscar.brmaps
mapa