logo

slogan

ufscar

Cadastre-se e receba as novidades sobre a Agência Inovação da UFSCar por e-mail
parceiros_top

failogopequeno

 

fortec

 

inpi

 

parceiros_bottom

Redes Sociais

face twitter youtube

Seminário reflete sobre uso de inteligência artificial e aprendizado de máquina em benefício de todos

Qua, 05 de Fevereiro de 2020 10:22

Evento será realizado de 5 a 7 de fevereiro na USP, em São Paulo. O seminário é gratuito e aberto ao público

 

As tecnologias da informação construídas com inteligência artificial (IA) e aprendizado de máquina (AM) estão cada vez mais impregnadas nos tecidos sociais e cívicos em todo o mundo, codificando injustiças coloniais em infraestruturas globais de informação.

 

Além disso, muitos trabalhos novos em IA e AM são informados por um entendimento dessas áreas enraizado nos valores culturais e legais do Norte Global. Um exemplo disso são os clichês da ficção científica americana dos anos 50, que “influenciam a imaginação popular apresentando ‘inteligências’ governantes sobre-humanas ou robôs servis e sub-humanos flutuando em um nevoeiro de dados”.

 

Essa avaliação é de pesquisadores, artistas e ativistas envolvidos com o seminário Afetando Tecnologias, Maquinando Inteligências, que será realizado de 5 a 7 de fevereiro, das 10 às 21h [v. programação abaixo]. Eles consideram que seu trabalho inicial é desmontar esses clichês, para construir um entendimento coletivo sobre tais ferramentas e instrumentos.

 

O encontro é organizado pela Comunidade de Arte e Inteligência Artificial (Caia) do Inova USP e pelo Center for Artificial Intelligence (C4AI), com apoio de: Centro de Artes, Design + Pesquisa Social (CAD+SR, na sigla em inglês), EUA; Pedro Barbosa; e IEA. A Comissão Organizadora é constituída por Katherine Ye (Universidade Carnegie Mellon e Microsoft Research, EUA), Dalida Maria Benfield (Vermont College of Fine Arts, EUA), Bruno Moreschi (CAD+SR e Inova USP) e Gabriel Pereira (Universidade Aarhus, Dinamarca, e MIT Media Lab, EUA).

 

O seminário é gratuito e aberto ao público. Além de português, serão utilizados o inglês e o espanhol nas exposições, sem tradução. Os interessados em acompanhar presencialmente as sessões da manhã deverão efetuar inscrição prévia.

 

Tecnologia e sociedade

 

Os usos da IA e ML estão situados em diferentes espaços culturais, políticos e geográficos, onde também existem diferenças de poder e agência entre as pessoas que estão interagindo com essas tecnologias, afirmam os organizadores. “Com demasiada frequência, os futuros tecnológicos são determinados apenas por pessoas com formação avançada em sistemas tecnológicos e com um entendimento achatado do cenário social.”

 

Eles apresentam uma série de perguntas que devem ser consideradas na discussão sobre o desenvolvimento da área em benefício de todos e do planeta:

 

    que formas de “inteligência” são implicitamente codificadas e privilegiadas nessas tecnologias?

    como codificar maneiras diferentes e plurais de saber? como maquiná-las para cuidar inteligentemente do humano, do mais-que-humano e do planeta?

    como os diferentes tipos de recursos, como minerais, informação e mão-de-obra, são transportados pelo planeta para sustentar as tecnologias da informação? como remodelar esses fluxos?

    como repensar criticamente os potenciais e funções das inteligências não humanas para justiça social e criatividade? quais comunidades e perguntas estão sendo mal atendidas ou sobreanalisadas por esses sistemas?

    como as condições sociais e econômicas da competição global moldam as pedagogias de IA e AM? como desenvolver pedagogias alternativas que centralizam questões de justiça?

 

Perfil dos participantes

 

Os organizadores e convidados do seminário trabalham e pesquisam criticamente questões de tecnologia, computação, arte e humanidades/pesquisa social. A maioria deles está ligada a temas relevantes para o Sul Global e/ou a perspectivas de(s)coloniais, feministas e indígenas.

 

“Eles trazem uma disposição ativista e colaborativa, especialmente por meio das formas participativas e performativas de construir conhecimento, pesquisa e prática artística. Intencionalmente, focalizam as vozes dos colonizados, oprimidos e marginalizados, que muitas vezes são deixados de lado no discurso e no desenvolvimento da tecnologia”, afirma a Comissão Organizadora.

 

Serviço

 

Seminário “Afetando Tecnologias, Maquinando Inteligências”

Data: 5 a 7 de fevereiro, das 10 às 21h

Local: Manhãs: Sala Alfredo Bosi, IEA, rua da Praça do Relógico, 109, térreo, Cidade Universitária, São Paulo

Tardes e Noites: Sala do Caia, Inova USP, avenida Prof. Lúcio Martins Rodrigues, 370, Cid. Universitária, SP

Evento público e gratuito; inscrição prévia apenas para as sessões matutinas

Mais informações: Janaina Oliveira ( Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. ), telefone (11) 3091-1683

Página do evento

 

Fonte: Jornal da Ciência, 03/02/2020, com informações da IEA/USP

 
free poker
logo_rodape
Agência de Inovação da UFSCar - Rodovia Washington Luís, km 235 - Caixa Postal 147 CEP: 13565-905
São Carlos, SP - Brasil - Tel: (16) 3351.9040 - inovacao@ufscar.brmaps
mapa