logo

slogan

ufscar

Cadastre-se e receba as novidades sobre a Agência Inovação da UFSCar por e-mail
parceiros_top

failogopequeno

 

fortec

 

inpi

 

parceiros_bottom

Redes Sociais

face twitter youtube

Bolsista do CNPq tem tese premiada em Londres

Qui, 23 de Janeiro de 2020 14:27

A pesquisadora associada do Centro de Integração de Dados e Conhecimento para Saúde (Cidacs/Fiocruz Bahia), Enny Paixão, teve sua tese escolhida como a melhor de 2019 pelo Bradford-Hill Prize. A tese foi desenvolvida durante o doutorado em epidemiologia na London School of Hygiene & Tropical Medicine, do qual foi bolsista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O trabalho foi realizado sob a orientação da professora Laura Rodrigues, uma das parceiras do Cidacs.

 

Enny venceu na categoria de metodologias estatísticas ao utilizar grandes bases de dados, como o Sistema de Informações Sobre Nascidos Vivos (Sinasc, do Sistema Único de Saúde - SUS) e integração (Linkage) de duas ou mais bases. Alguns achados de sua pesquisa são os que apontam que a dengue aumenta em três vezes o risco de morte, dobra a chance do bebê nascer prematuro, aumenta as chances de bebê natimorto, ou com doenças neurológicas. O Cidacs é vinculado ao Instituto Gonçalo Moniz - Fiocruz Bahia e, a partir de dados secundários busca responder questões de saúde pública, baseado em estratégias como Big Data, usando bases com até 114 milhões de indivíduos.

 

Enfermeira de formação, a pesquisadora tem mestrado em Saúde Coletiva pelo Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e atua nas pesquisas da Plataforma Zika, uma plataforma de estudos que investiga as consequências da Zika no Brasil e foi estruturada pelo Cidacs em parceria com diversas instituições brasileiras e internacionais. Ela também ganhou o prestigioso Sir Wellcome Posdoctoral Fellowship, outro importante reconhecimento de seu trabalho científico.

 

Veja alguns dos artigos de Enny:

 

Dengue aumenta em três vezes o risco de morte materna: https://cidacs.bahia.fiocruz.br/?p=2595

 

Dengue aumenta as chances de bebê natimorto, indica estudo: https://cidacs.bahia.fiocruz.br/?p=721

 

Dengue na gravidez dobra a chance do bebê nascer prematuro: https://cidacs.bahia.fiocruz.br/?p=5794

 

O CIDACS

 

Criado em 2016, o Cidacs realiza estudos e pesquisas com base em projetos interdisciplinares originados na vinculação de grandes volumes de dados, no âmbito das suas plataformas: Coorte de 100 Milhões de Brasileiros; Plataforma Zika; Tecnologias e Inovações para o SUS; Equidade e Sustentabilidade Urbana; Bioinformática e Epidemiologia Genética (Epigen). Além disso, o Cidacs desenvolve novas metodologias investigativas e promove capacitação profissional e científica.

 

A missão do Centro é contribuir com a produção de conhecimentos científicos inovadores para ampliar o entendimento dos determinantes e das políticas sociais e ambientais sobre a saúde da população. Esses estudos visam auxiliar e apoiar a tomada de decisões em políticas públicas em benefício da sociedade. Para tanto, o Cidacs conta com equipes multidisciplinares com formação em diversas áreas, como epidemiologia, saúde coletiva, estatística, economia, bioinformática e computação.

 

Fonte: Portal CNPq

 
free poker
logo_rodape
Agência de Inovação da UFSCar - Rodovia Washington Luís, km 235 - Caixa Postal 147 CEP: 13565-905
São Carlos, SP - Brasil - Tel: (16) 3351.9040 - inovacao@ufscar.brmaps
mapa