logo

slogan

ufscar

Cadastre-se e receba as novidades sobre a Agência Inovação da UFSCar por e-mail
parceiros_top

failogopequeno

 

fortec

 

inpi

 

parceiros_bottom

Redes Sociais

face twitter youtube

Primeiro drone dispersor de sementes da América do Sul é viabilizado com apoio do CNPq e Ibama

Seg, 06 de Janeiro de 2020 15:40

Projeto financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, em parceria com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), resultou na criação do primeiro drone dispersor de sementes da América do Sul. O equipamento foi apresentado durante o Workshop Dronecoria Brasil, realizado em novembro na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), como parte do projeto "Aeronaves Remotamente Pilotadas como Estratégia de Fiscalização de Queimadas e Monitoramento da Restauração Ecológica em Áreas Protegidas".

 

Duas oficinas para capacitação de estudantes, professores e público foram realizadas no workshop: biopeletização de sementes nativas do Cerrado e construção de aeronave remotamente pilotada (drone) para dispersão de sementes. De acordo com o engenheiro da computação Lot Amorós, que idealizou o Dronecoria, as oficinas tiveram como principal objetivo encorajar milhares de pessoas a plantar árvores nos diversos biomas brasileiros.

 

O drone, desenvolvido sob coordenação de Normandes Matos da Silva, professor da UFMT e bolsista de Produtividade em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora (DT) do CNPq, será apresentado a instituições públicas como o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e as secretarias estaduais de meio ambiente nos estados. A ideia é que essa inovação tecnológica seja incorporada em todas as regiões do país como forma de potencializar o serviço ambiental realizado por pássaros e insetos polinizadores. Veja o vídeo do drone em ação.

 

O projeto obteve apoio financeiro a partir da Chamada Pública n° 33, realizada em 2018 pelo Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo) do Ibama e pelo CNPq.

 

A Chamada

 


A Chamada CNPq/Prevfogo-Ibama Nº 33/2018 - Pesquisas em ecologia, monitoramento e manejo integrado do fogo tem por objetivo apoiar projetos de pesquisa interdisciplinares e socioambientais que visem suprir lacunas no conhecimento disponível sobre a temática dos incêndios florestais e do manejo integrado do fogo, com destaque para ecologia e impactos do fogo, monitoramento, prevenção e combate de incêndios florestais, além de apoiar a investigação de temas de pesquisa que possam subsidiar a gestão de áreas protegidas sujeitas a incêndios e queimadas nos Biomas Amazônia, Pantanal e Cerrado, preferencialmente nas áreas de atuação do Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo).

 

Ao todo, foram aprovados 25 projetos, no valor global de R$ 4 milhões, oriundos do Prevfogo-Ibama e do CNPq, abrangendo pesquisa em Terras Indígenas, Quilombolas e Unidades de Conservação na Amazônia, Cerrado e Pantanal.

 


Fonte: Portal CNPQ, com informações do Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo) do Ibama

 
free poker
logo_rodape
Agência de Inovação da UFSCar - Rodovia Washington Luís, km 235 - Caixa Postal 147 CEP: 13565-905
São Carlos, SP - Brasil - Tel: (16) 3351.9040 - inovacao@ufscar.brmaps
mapa