logo

slogan

ufscar

Cadastre-se e receba as novidades sobre a Agência Inovação da UFSCar por e-mail
parceiros_top

failogopequeno

 

fortec

 

inpi

 

parceiros_bottom

Redes Sociais

face twitter youtube

Cientista nordestina une computação e psiquiatria para acelerar diagnóstico de esquizofrenia

Qua, 11 de Dezembro de 2019 15:42

Natalia Mota foi a primeira brasileira indicada a prêmio da Nature por programa que pode diminuir o tempo de diagnóstico, que hoje leva dois anos

 

Hoje, o diagnóstico de transtornos mentais é feito com base na observação clínica de um médico de um conjunto de sinais apresentados pelos pacientes durante um período. O tempo que se leva para fechar um diagnóstico é, em média, de dois anos. Período esse em que a falta de um diagnóstico e tratamento adequado pode ter danos mentais e impactos sociais na vida do paciente. Mas esse prazo pode ser reduzido drasticamente com o trabalho da neurocientista e psiquiatra cearense Natalia Mota.

 

Em sua pesquisa de pós-doutorado na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), ela desenvolveu um programa de computador que mede a organização do pensamento por meio da fala e, assim, consegue diagnosticar esquizofrenia a partir da análise de apenas 30 segundos de discurso do paciente. Tudo isso com 90% de precisão.

 

Fonte: Jornal da Ciência, 09/12/2019, com informações de Revista Marie Claire

 
free poker
logo_rodape
Agência de Inovação da UFSCar - Rodovia Washington Luís, km 235 - Caixa Postal 147 CEP: 13565-905
São Carlos, SP - Brasil - Tel: (16) 3351.9040 - inovacao@ufscar.brmaps
mapa