logo

slogan

ufscar

Cadastre-se e receba as novidades sobre a Agência Inovação da UFSCar por e-mail
parceiros_top

failogopequeno

 

fortec

 

inpi

 

parceiros_bottom

Redes Sociais

face twitter youtube

Ciclo sobre desafios da educação na sociedade de risco começa em setembro

Sex, 06 de Setembro de 2019 14:25

Seminário de abertura será em 17/9 às 9h30, com os conferencistas Marcel Bursztyn (UnB) e Pedro Jacobi (Procam/USP)

 

Pesquisadores das áreas de educação científica, sustentabilidade, filosofia da ciência, mudanças climáticas, saúde pública e impactos sociais da tecnologia serão os expositores no ciclo de seis seminários. As Várias Faces do Risco e os Desafios da Educação na Sociedade Contemporânea, que será realizado de 17 de setembro a 10 de dezembro. Veja a programação com resumos das conferências.

 

O organizador do ciclo, Maurício Pietrocola, professor da Faculdade de Educação da USP em período sabático no IEA, afirma que num cenário de conflitos, inclusive com riscos civilizatórios, como no caso das mudanças climáticas, a educação poderá desempenhar papel fundamental na superação dos impasses entre melhoria da qualidade de vida e preservação do meio ambiente.

 

“O ciclo de seminários tem como meta fornecer subsídios para o debate dessas questões e avançar na compreensão e superação de alguns desafios da educação científica na contemporaneidade.”

 

O seminário de abertura do ciclo (17 de setembro) tem o tema Educação e Sustentabilidade. Os conferencistas serão Marcel Bursztyn, do Centro de Desenvolvimento Sustentável da UNB, e Pedro Jacobi, coordenador do Grupo de Pesquisa Meio Ambiente e Sociedade, do IEA, e professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência Ambiental (Procam) do Instituto de Energia e Ambiente (IEE) da USP.

 

Bursztyn falará sobre “A Educação diante dos Complexos Desafios da Modernidade”; Jabobi tratará de “Sociedade de Risco e Mudança Climática – Desafios e Inovação Sociocultural”.

 

Todos os encontros do ciclo serão realizados na Sala Alfredo Bosi do IEA, abertos ao público e gratuitos, com inscrição prévia (não é necessário se inscrever para assistir ao vivo pela internet).

 

Sociedade de risco

 

A organização do ciclo é uma das atividades a que Pietrocola se propôs no desenvolvimento do projeto “Educação Científica na Sociedade de Risco” no IEA. O objetivo da pesquisa é identificar como os estudantes do ensino básico podem ser despertados para a percepção dos riscos inerentes ao desenvolvimento científico e tecnológico, não só do ponto de vista local, mas também em conexão com aspectos globais.

 

Segundo ele, desde a publicação, em 1986 de “Sociedade de Risco: Rumo a uma Outra Modernidade”, do sociólogo alemão Ulrich Beck (1944-2015), uma grande quantidade de trabalhos tem retomado as discussões e análises sobre como os conhecimentos científicos e tecnológicos determinaram a vida em sociedade e modificam as noções de segurança/confiança e perigo/risco.

 

“As recentes evidências sobre as mudanças climáticas deram um contorno especial a este debate, recolocando a questão do risco civilizatório na agenda atual, onde o progresso da sociedade industrial e a sustentabilidade parecem se negar mutualmente.”

 

Fonte: Jornal da Ciência, 03/09/2019, com informações IEA

 
free poker
logo_rodape
Agência de Inovação da UFSCar - Rodovia Washington Luís, km 235 - Caixa Postal 147 CEP: 13565-905
São Carlos, SP - Brasil - Tel: (16) 3351.9040 - inovacao@ufscar.brmaps
mapa