logo

slogan

ufscar

Cadastre-se e receba as novidades sobre a Agência Inovação da UFSCar por e-mail
parceiros_top

failogopequeno

 

fortec

 

inpi

 

parceiros_bottom

Redes Sociais

face twitter youtube

P,D&I: entenda melhor esse conceito

Ter, 03 de Setembro de 2019 08:53

Os conceitos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (P,D&I) estão em evidência em grandes organizações que têm como objetivo a inovação de processos e produtos. A capacidade de aperfeiçoamento das empresas impulsiona tanto seu crescimento interno quanto o do país como um todo.

 

Dessa maneira, o processo de inovação é baseado na capacidade de interação das empresas com outras instituições. Além disso, é fundamental que haja um forte empenho em elevar a competência e desenvolver as habilidades internas de seus colaboradores.

 

Por isso, o gestor responsável pela prática de P,D&I precisa possuir aptidão no que diz respeito à organização, liderança, comunicação, capacidade de resolução de problemas e negociação.

 

Assim, as técnicas e práticas usadas em outros sistemas de gestão podem ser facilmente replicadas em sistemas de P,D&I, considerando o contexto em que elas serão aplicadas.

 

Uma das principais diferenças de um projeto de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação para outros projetos mais convencionais é o fato de serem projetos de longo prazo e alto risco. Muitos projetos de P,D&I duram décadas e possuem objetivos ousados, de modo que os resultados esperados podem não se concretizar. Por conta disso, o gestor e as equipes responsáveis por esse tipo de projeto precisam agir com ainda mais cautela e dedicação, a fim de acompanhar e garantir o desenvolvimento e os resultados obtidos.

 

O que é P,D&I?
A P,D&I nada mais é do que um processo que tem um dos seguintes objetivos: pesquisa científica, pesquisa aplicada, desenvolvimento experimental e inovação tecnológica. Assim, é necessário que a equipe de pesquisadores cumpra o plano de ação previamente definido, a fim de alcançar a sua meta final.

 

Para isso, é fundamental que haja um contrato de confidencialidade que tenha como propósito a obtenção de resultados baseados na inovação.

 

A P,D&I pode ser dividida em quatro atividades básicas:

 

1. Pesquisa básica: esta atividade é baseada na elaboração de trabalhos e projetos teóricos ou experimentais que têm como objetivo o alcance de novos aprendizados em relação a fatos observáveis. No entanto, não há nenhuma pretensão de aplicá-los de fato nessa primeira etapa;
2. Pesquisa aplicada: é focada na realização de pesquisas originais com o objetivo de alcançar novos conhecimentos. Porém, seu foco é a obtenção de metas práticas e específicas;
3. Desenvolvimento experimental: baseia-se em projetos e pesquisas sistemáticas que fazem uso de informações e conhecimentos já existentes. Seu objetivo é produzir novos dispositivos, produtos e materiais, além de instalar sistemas, processos e serviços inovadores;
4. Inovação tecnológica: consiste em realizar pesquisas para a confecção de novos processos de fabricação ou de produtos, além de desenvolver novas ferramentas e funcionalidades a um determinado processo ou produto. Seu objetivo é implementar melhorias, a fim de aumentar a produtividade e a qualidade de produtos e serviços oferecidos pelas instituições.

 

P,D&I no cenário brasileiro
Os avanços tecnológicos no Brasil e na América Latina ainda acontecem a passos lentos quando comparados com países europeus, norte-americanos e asiáticos.

 

Com o objetivo de melhorar o ciclo de inovação e produtividade, várias instituições já começaram a alocar seus esforços em ações que visam a melhoria dos sistemas de P,D&I.

 

O Brasil está passando por um processo de revisão de políticas públicas no que diz respeito ao investimento em inovação. Esse processo começou com a implementação do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) e dos Fundos Setoriais de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Com isso, as atividades focadas em inovação passar a ser mais valorizadas pelo poder público.

 

Além disso, em 2004, houve a regulamentação da Lei de Inovação – Lei nº 10.973/2004 e Decreto nº 5.563/2005. Ambos estabelecem incentivos à pesquisa tecnológica científica e, consequentemente, à inovação.

 

Faça parte da revolução tecnológica
A ANPEI reúne grandes empresas de tecnologia do Brasil e diversas organizações científicas e tecnológicas com o fim de promover a inovação em âmbito nacional. Venha para uma das reuniões do nosso Comitê ICT-Empresa e faça parte você também!

 

Fonte: Portal ANPEI

 
free poker
logo_rodape
Agência de Inovação da UFSCar - Rodovia Washington Luís, km 235 - Caixa Postal 147 CEP: 13565-905
São Carlos, SP - Brasil - Tel: (16) 3351.9040 - inovacao@ufscar.brmaps
mapa