logo

slogan

ufscar

Cadastre-se e receba as novidades sobre a Agência Inovação da UFSCar por e-mail
parceiros_top

failogopequeno

 

fortec

 

inpi

 

parceiros_bottom

Redes Sociais

face twitter youtube

Projeto cria programa para financiar iniciação científica no País

Ter, 06 de Agosto de 2019 16:17

O Pronaic receberá suporte financeiro do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT), do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e de incentivos privados a projetos científicos, baseados em renúncia fiscal

 

O Projeto de Lei 3298/19 cria o Programa de Nacional de Apoio à Iniciação Científica (Pronaic), com o objetivo de canalizar recursos para pesquisas realizadas nas universidades e faculdades brasileiras. A proposta tramita na Câmara dos Deputados.

 

O Pronaic receberá suporte financeiro do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT), do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e de incentivos privados a projetos científicos, baseados em renúncia fiscal.

 

Segundo o autor do projeto, deputado Loester Trutis (PSL-MS), a proposta visa conjugar os esforços dos setores público e privado para estimular a iniciação e a pesquisa científica. “Com este esforço, será possível aumentar o investimento em iniciação científica e na conclusão de projetos de pesquisa já iniciados, que, embora sejam de importância estratégica para o desenvolvimento econômico do Brasil, não contam com recursos suficientes”, disse Trutis.

 

O deputado afirmou ainda que o projeto é uma homenagem à botânica Graziela Maciel Barroso (1912-2003), considerada a maior catalogadora de plantas do País.

 

Ações financiáveis

 

Os recursos do Pronaic poderão ser usados em cinco objetivos: incentivo à formação científica, fomento à produção científica, preservação e difusão do patrimônio científico, estímulo ao conhecimento dos bens e valores científicos e apoio a outras atividades científicas.

 

Entre as ações que poderão ser financiadas estão concessão de bolsas de estudos, concessão de prêmios a pesquisadores, edição de obras científicas, cobertura de despesas com transporte e seguro de objetos de valor científico, e construção de laboratórios.

 

Os projetos científicos candidatos ao financiamento serão apresentados ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, ou da Educação, conforme o caso, acompanhados do orçamento analítico. Para a aprovação dos projetos será observado o princípio da não-concentração de recursos por segmento e por beneficiário.

 

Incentivos privados

 

Conforme o projeto, empresas e pessoas físicas poderão destinar parte do Imposto de Renda (IR) devido, a título de doação ou patrocínio, para os projetos científicos ou para o FNDCT e FNDE. A pessoa física poderá abater do IR 80% do valor das doações e 60% dos patrocínios. No caso das pessoas jurídicas tributadas com base no lucro real, a dedução será de 40% das doações e 30% dos patrocínios.

 

Os recursos privados poderão financiar pesquisas científicas, livros de valor científico, exposições científicas, doações de acervos para instituições de ensino públicas e construção e manutenção de laboratórios.

 

Os valores provenientes de doações ou patrocínios deverão ser depositados e movimentados em conta bancária específica, em nome do beneficiário, e a prestação de contas deverá ser feita nos termos do regulamento da lei. O projeto traz ainda dispositivos para punir o mau uso dos recursos por parte do doador ou do beneficiário.

 

Tramitação

 

O projeto será analisado em caráter conclusivo pelas comissões de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática; Finanças e Tributação; e Constituição e Justiça e de Cidadania.

 

Fonte: Jornal da Ciência, 05/08/2019, com informações Agência Câmara de Notícias

 
free poker
logo_rodape
Agência de Inovação da UFSCar - Rodovia Washington Luís, km 235 - Caixa Postal 147 CEP: 13565-905
São Carlos, SP - Brasil - Tel: (16) 3351.9040 - inovacao@ufscar.brmaps
mapa